2013Estou retornando hoje com as atividades aqui no blog depois de uma necessária pausa para finalizar a dissertação do meu mestrado.

Queria iniciar com uma pequena meditação para este início de ano e já pensando sobre como seria possível terminar 2013 melhor do que 2012?

Indo direto ao ponto: lembrando-se de saciar a sede de nosso coração na única e verdadeira fonte que é oferecida por Jesus: “Quem beber desta água terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Ao contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna” (João 4:13-14).

Talvez você viva algumas conquistas em sua vida neste novo ano e irá alegrar-se por elas, mas talvez também irá colher algumas (novas/velhas) frustrações. A grande questão é saber sobre quais escolhas você irá tomar diante de cada uma dessas situações.

Você poderá escolher entre a amargura/murmuração/tristeza/apatia/ceticismo/e muitas outras ainda piores, ou, escolher independente de qualquer circunstância, trazer sempre em seus lábios uma palavra de louvor. Melhor exemplo disso é olharmos para a vida de Paulo e ver pelo que ele passou (2 Cor.11:23-27) e ainda assim pode afirmar, “Estou convencido que que aquele que começou a boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus” (Filipenses 1.6).

Precisamos resgatar esse olhar de esperança para nosso futuro (e presente), de que nossa vida ganha um novo sentido quando vivemos para trazer glória a Deus e que toda e qualquer circunstância que venhamos a passar, seja permeada dessa confiança no caráter bom, reto e amoroso de nosso Deus.

Feliz 2013!

Anúncios