“Sou um arco em tuas mãos, Senhor.

Dobra-me, para que eu não me deteriore.

Não me dobres demais, Senhor. Posso quebrar.

Dobra-me além da conta, Senhor, e que me importa se eu quebrar?”

[Nikos Kazantzakis]

Anúncios